Press "Enter" to skip to content

Switch Cisco – Alta Disponibilidade

0

Veja como funciona e como configurar a alta disponibilidade de fontes e chassis em equipamentos Cisco

Switch Cisco – Alta Disponibilidade – Alguns equipamentos tem a capacidade de proporcionar redundância de supervisora utilizando um hardware de backup, ou seja, uma supervisor principal e outra secundária.

Esses equipamentos também contam com fontes de alimentação redundantes, para proporcionar alta disponibilidade em casos de falhas elétricas na supervisor principal.

Existem várias plataformas como por exemplo a serie 6500 que aceitam dois módulos ou placas supervisoras no mesmo chassis. Dessa maneira, uma funciona como ativa e a outra standby.

O módulo que está ativo fica em estado operacional, enquanto que a supervisor standby estará parcialmente inicializada preparada para atuar em caso de falha do módulo principal.

É possível configurar os seguintes modos de redundância:

  • RPR (Route Processor Redundancy):A supervisor redundante está parcialmente iniciada. Se a supervisor ativa falhar, deverá reiniciar todas as placas do switch esse processo faz inicializar as funções completas da supervisor que estava em estado standby. Os Catalyst 6500 com supervisor 2 e 720, Catalyst 4500R com supervisor IV e V suportam RPR. O tempo de troca de estado é superior à 2 minutos.
  • RPR+ (Route Processor Redundacy Plus): A supervisor redundante está inicializada, mas as funções de camada 2 e 3 não estão inicializadas. Se a supervisor ativa falha, a supervisor redundante finalizará sua inicialização sem ter que reiniciar o resto de placas, dessa maneira as portas manterão seus estados. O tempo de troca de estado é superior à 30 segundos.
  • SSO (Stateful Switchover): A supervisor redundante está totalmente iniciada, e a informação sincronizada com a supervisor As funções de camada 2 são mantidas entre ambas supervisor de maneira que a comutação pode continuar em caso de falha da supervisor principal, as interfaces não variam os estados durante o processo. O tempo de troca de estado é superior a 1 segundo.

 Switch Cisco - Alta Disponibilidade

Alta Disponibilidade – Configuração Cisco

O processo de configuração de redundância de supervisor é iniciado mediante o seguinte comando:

Roteador(config)#redundancy
Posteriormente devemos selecionar um modo determinado:
Roteador(config-red)# mode {rpr | rpr-plus | sso}

Quando utilizamos RPR+ ou SSO ambas supervisor devem possuir a mesma imagem IOS.

A configuração deve ser feita tanto na principal como na secundária.

Para verificar o mode de redundância e o estado utilizamos o comando:

Roteador# show redundancy states
my state = 13 -ACTIVE
     peer state = 8  -STANDBY HOT
           Mode = Duplex
           Unit = Primary
        Unit ID = 1
Redundancy Mode (Operational) = Route Processor Redundancy
Redundancy Mode (Configured)  = Route Processor Redundancy
     Split Mode = Disabled
  Manual Swact = Enabled
Communications = Up
  client count = 11
 client_notification_TMR = 30000 milliseconds
          keep_alive TMR = 9000 milliseconds
        keep_alive count = 0
    keep_alive threshold = 18
           RF debug mask = 0x0

Por padrão, a supervisor ativa sincroniza sua configuração e seu registro de configuração com a SE standby. Podemos especificar mais informações para que sejam sincronizadas. Para isso utilizamos os seguintes comandos:

Roteador(config)#redundancy
Roteador(config-red)#main-cpu
Roteador(config-r-mc)#auto-sync {startup-config | config-register | bootvar}

Alta Disponibilidade – NON-STOP FORWARDING

Existe outra forma de redundância para as plataformas 4500 e 6500 (com a supervisor 720) junto com SSO. Non-Stop Forwarding ou NFS é um método proprietário da Cisco utilizado para reconstruir rapidamente a RIB (Routing Information Base) depois de uma troca de supervisor.

A RIB é utilizada para construir a FIB para que qualquer módulo do switch leve a cabo a operação CEF.

Em lugar de esperar que a FIB seja reconstruída, o roteador consegue assistência de vizinhos configurados com NFS. Esses vizinhos podem passar informações de roteamento a supervisor que está em standby, fazendo assim que as tabelas sejam atualizadas rapidamente.

NFS deve estar configurado na própria configuração dos protocolos de roteamento nos switches considerados vizinhos. É suportado por BGP, EIGRP, OSPF, IS-IS.

A seguinte tabela mostra os passos de configuração para os diferentes protocolos de roteamento:

Protocolo Configuração
BGP Roteador (config)# roteador bgp as-number

Roteador(config-roteador)# bgp graceful-restart

EIGRP Roteador (config)# roteador eigrp as-number

Roteador(config-roteador)# nfs

OSPF Roteador (config)# roteador ospf process-id

Roteador(config-roteador)# nfs

IS-IS Roteador (config)# roteador isis [tag]

Roteador(config-roteador)#nfs [cisco | ietf]

Roteador(config-roteador)#nfs interval [min]

Roteador(config-roteador)#nfs t3 {manual [seconds] | adjacency}

Roteador(config-roteador)# nfs interface wait seconds

 

Podemos utilizar os seguintes comandos para verificar o funcionamento do NFS:

debug eigr

debug isis nsf [detail]

debug ospf nsf [detail]

show cef nsf

show clns neighbors

show isis nsf

FONTES DE ALIMENTAÇÃO REDUNDANTES

As plataformas 4500R e 6500 admitem fontes de alimentação redundantes no mesmo chassis. A quantidade de energia proporcionada tem que ser idêntica.

Podem ser configuradas de dois modos de operação:

  • Modo Combinado: Ambas as fontes de alimentação proporcionam energia simultânea ao switch. A energia total requeria pelo switch pode exceder a proporcionada por uma das fontes, mas não por ambas. Com esse método não tem redundância devido a que caso umas das fontes falhe, varias placas do switch poderiam desligar, dependendo da quantidade de energia proporcionada pela fonte em funcionamento.
  • Modo Redundante: Cada uma das fontes pode proporcionar o total de energia necessário para o chassis. Se uma falha a outra começa a funcionar automaticamente.

Por padrão o modo utilizado é o redundante. Para ver a configuração é utilizado o comando:

SW#show power
system power redundancy mode = combined
system power total = 55.500A
system power used = 22.690A
system power available = 32.810A
FRU-type       #    current   admin state oper
power-supply   1    55.500A   on          on                           
module         1    4.300A    on          on                           
module         2    4.300A    on          on                           
module         3    5.500A    on          on                           
module         4    5.500A    on          on                           
module         5    3.090A    on          on                            
module         6    5.400A    off         off (admin request)
C6500-2# show power
system power redundancy mode = redundant
system power redundancy operationally = non-redundant
system power total =     3795.12 Watts (90.36 Amps @ 42V)
system power used =      1786.68 Watts (42.54 Amps @ 42V)
system power available = 2008.44 Watts (47.82 Amps @ 42V)
                        Power-Capacity PS-Fan Output Oper
PS   Type               Watts   A @42V Status Status State
---- ------------------ ------- ------ ------ ------ -----
1    WS-CAC-4000W-US    3795.12 90.36  OK     OK     on
2    WS-CAC-4000W-US    3795.12 90.36  -      -      off

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: